Eu sou HIV-Positivo

Eu sou HIV-Positivo

Eu sou HIV-Positivo

Os desafios em assumir-se publicamente como HIV+
Conversas com Cecil Baldwin- Sair do armário com HIV+ .
Hoje o AMAVconselhos foi ao campo para nos trazer uma experiencia rica sobre um assunto tão falado quanto “menosprezado”. Estamos a Falar de HIV positivo.
Estivemos num evento organizado pelo projeto “ Tudo Vai Melhorar”, onde Cecil Baldwin, um jovem ator americano, contou-nos que descobriu que era HIV-positivo quando ia fazer uma tatuagem, a notícia chorou-lhe, contudo, ficou confortado quando o tatuador, por sinal seu amigo, disse ao Cencil que ia ficar bem e partilhou qua sua irmã era seropositiva. Graças ao este tipo de apoio e a sua força interior, Cencil decidiu contar a família, os amigos, mais ainda, o que foi muito difícil, foi quando teve a decisão de contar sobre o seu estado a mais de 60 mil seguidores sus das redes sociais.

Porque contar nas redes sociais que sou HIV-positivo?
Bom, primeiro porque nas sociedades atuais há falta de Role model que possa espelhar e ajudar os jovens a se orientarem. Partilhar a minha condição com os meus seguidores foi importante nesse sentido, pese embora as críticas não possam ser evitadas.
É igualmente fundamental partilhar o seu estado para evitar chantagens. Mas torna-se crucial esta partilha porque é uma libertação da alma, ademais, pessoas que conhecem seu estado, podem ajudar no tratamento, por ex. uma vez esqueci a medicação nos EUA e viajei para Portugal, fiquei muito preocupada, mas os meus amigos disponibilizaram-se para ame ajudar.

Ser Seropositivo e pertencer a LGBT- que obstáculos?
Sabemos que a LGBT está a tentar lutar para salvaguardar os seus direitos, e porque muitas pessoas não acreditam que possam ser infetados pelo HIV-positivo, o que acontece é dupla discriminação, dupla estigmatização, por tanto, não é fácil, é preciso que tenha uma força interior capaz de vencer qualquer obstáculo e inspirar pessoas, comunidades. Foi a pensar nisso que comecei a fazer teatro para transmitir a mensagem de que sou Seropositivo.
Acredito que o teatro tem mais expressão na comunicação, ao invés de palestras, artigos e outros, visto que aí a pessoa vive a história, esta lhe toca na alma. Aprende ao mesmo tempo que se diverte.
Que rejeições? Ou o que dizer a um HIV+ ?
Procurei sempre através expressar meu estado com base em teatro, a maior parte dos espetadores eram jovens em idade escolar, das pessoas mais velhas que vinham, muitos pagavam o bilhete, ficavam 3min e quando se apercebiam do tema abandonavam a sala. Contudo, tive pessoas que tiravam lágrimas, agradeciam por eu ser honesto e partilhar minha história publicamente. Pessoas que tiravam dúvidas que não seriam capazes de questionar aos seus filhos e amigos. Isso é importante, saber que apesar dos que se fecham no preconceito “HIV+ é doença dos LGBT” existem pessoas que estão abertas e se espelham nas minhas partilhas.
Sobre o que dizer a uma pessoa Seropositiva, ou melhor o que uma pessoa Seropositiva ouve quando assume o seu estado?
Death words (palavras de morte), muitas vezes, depois que revelar o seu estado, irá ouvir palavras como: sinto muito, meus pêsames, que chato, que situação. Isso para além das pessoas que vão-lhe rejeitar por completo, pessoas algumas das quais eram seus melhores amigos, sua namorada, seu parceiro, por isso que repito a importância de ter uma força interior, pois a primeira pessoa que pode estragar a minha vida, sou eu mesma. O sucesso depende da minha força de vontade.
Assumir-se numa multidão de preconceituosos pode ser um desafio, mas lembre sempre que a mudança está em mim, pode ser insignificante uma primeira fase, pode demorar, mas as pessoas a quem assumires com honestidade ainda que não fiquem consigo, nunca mais lhe irão esquecer. Acredite, a sua ação pode mudar o mundo.
Mas a negatividade das pessoas não pode fazer com que oculte o seu estado, ou com que se sinta excluído. Eu tendo um princípio “magoar mais do que a mim próprio” (sic). Partilhando seu estado estará a contribuir para modelos de cura. Por isso penso que as figuras públicas Seropositivas deviam assumir publicamente o seu estado para despertar e quebrar preconceitos na camada jovem.

Para concluir…
Nesta conversa tida no dia 19 de Junho de 2017, ouve mais que três depoimentos nos comentários a revelar que é HIV-positivo e faz parte da LGBT. Contamos na mesma conversa com um representante da Embaixada dos EUA em Portugal.

#AMAVconselho


Mensagens populares deste blogue

Fui abusada sexualmente: as noites sangrentas em casa do meu tio

O segredo do sucesso está no que vais fazer depois de ler este artigo!!!